Gratidão, o resumo de todos os sentimentos

De acordo com os ensinamentos antigos, o corpo é divido em 7 partes, ou subcorpos: material, energético, emocional, mente concreta, mente pura, intuitivo e atma (que seria a vontade ou aquele que tudo decide e a quem tudo converge). Conectando todos estes 7 corpos temos a consciência do Eu.

Diferente do que eu costumava pensar, começo a perceber que cada um destes níveis é independente do outro, mas interdependente do conjunto. Para facilitar o entendimento segue um exemplo: a mão e a perna, mesmo fazendo parte do mesmo corpo, funcionam independentemente entre si, e por isto, precisamos aprender a dominá-las e a utilizá-las de forma distinta. Do mesmo modo precisamos aprender a separar e dominar os acontecimentos e as emoções que associamos a estes.

Seguindo este ponto de vista, a personalidade acaba sendo uma ilusão de unidade, quando na verdade é fragmentada em muito corpos, gerando uma existência multinível, cada uma independentes da outra, mas que, por orbitarem em volta do mesmo Eu, acabam se autoinfluenciando.

Isto quer dizer que a nossa percepção emocional e sentimental do mundo somente existe na dimensão das emoções. E, mesmo que se relacione e se associe aos outros planos existenciais, não faz parte destes. Por exemplo: se algum carro corta a sua frente enquanto você está dirigindo, isto não quer dizer raiva, isto quer dizer apenas que alguém cortou a sua frente. O sentimento que associamos a cada acontecimento externo depende de nós mesmos e não do acontecimento em si. Os seja, depende da nossa vontade escolher qual tipo de sentimento ou emoção atribuiremos a cada coisa ou situação. As coisas em si não têm um sentimento, emoção ou sentido pré-determinados. No entanto, por sermos nós os responsáveis em atribuir sentido às coisas, muitas vezes acabamos confundindo tudo e lhes associando sentimentos negativos como a tristeza, a raiva ou a frustração.

Partindo desta linha de raciocínio tenho pensado que existe apenas um único sentimento: a gratidão. Este resume todo o universo das emoções e sentimentos. Sempre que nos sentimos felizes é porque estamos gratos pelo que somos, temos ou realizamos. Quando nos sentimos infelizes é porque algo diferente das nossas expectativas aconteceu e não nos sentimos gratos por isso. Ou seja, aconteceu algo e decidimos que isto nos faz sentir mal.

Mas afinal, o que é um sentimento ruim?

É simplesmente quando não somos gratos por algo e associamos um significado negativo às coisas que acontecem ou ao que os outros fazem. O fato de alguém agir de modo diferente do que esperávamos não quer dizer que esta pessoa ou situação seja má. Quer apenas dizer que não conseguimos compreender a situação, ou, que o outro está em um nível de consciência diferente do nosso, nem inferior, nem superior, mas apenas diferente. Se uma pessoa agiu de forma diferente do que você esperava, ou, contrária ao que você acredita ser o certo, não tome conclusões precipitadas. Simplesmente pergunte porque ela está agindo desta forma. O que ela esperava conseguir com este tipo de atitude ou modo de agir? Qual o seu objetivo? Onde pensa em chegar com isto? Assim, ao invés de atribuir um sentimento negativo a pessoa ou situação, você simplesmente vai entender o porquê ou ponto de vista do outro.

Se acontece uma catástrofe natural, isto foge ao nosso controle e entendimento. Uma catástrofe não é ruim por natureza, ela simplesmente é. Faz parte da existência deste mundo. Ao invés de atribuir um sentimento ruim a ela, podemos refletir sobre o porquê isto está acontecendo conosco ou com quem a sofreu. E o que se deve fazer de agora em diante.

Normalmente atribuímos um sentimento negativo quando algo diferente do que queríamos ou esperávamos acontece. Seguindo este novo modo de ver, começamos a perceber que nada é bom nem ruim, mas sim, apenas de acordo com o que esperávamos ou diferente disto. Tente entender porque está acontecendo deste modo, sem atribuir um valor emocional a situação. Seja grato pela experiência, veja quais os obstáculos ou desafios que esta situação te proporcionará e aja para resolvê-la.

E lembre-se, sempre seja grato! Você está vivo.

Anúncios