Organização e Silêncio: A Busca da Voz Interior

lista_de_tarefas

Já percebeu a quantidade de pensamentos que temos continuamente? Alguns estudos revelam que são mais de 30 mil por dia. Para conseguirmos processar tudo isto nossa mente fica completamente saturada, criando uma barreira de ruído que bloqueia o acesso a nossa voz interior.

Todos estes pensamentos estão relacionados aos nossos afazeres cotidianos: preocupações recorrentes do que devemos fazer, coisas que precisamos lembrar, compromissos que marcamos, expectativas para o futuro, lembranças de acontecimentos passados. Tantas tarefinhas que precisamos desempenhar e vamos empurrando com a barriga, e por isso, somos sempre lembrados de que precisamos executá-la. Todos estes pensamentos geram uma algazarra enorme e mantêm nossa mente ocupada o dia inteiro. Com todo este barulho superficial, não conseguimos escutar o mais importante, nossa voz interior.

Todos temos uma fonte inesgotável de conhecimento dentro de nós mesmos, denominada em cada cultura e linha de pensamento de um modo diferente, eu costumo chamar de Deus interior. No entanto, para conseguirmos chegar a esta fonte de conhecimento, precisamos aprender a silenciar a mente, diminuindo a quantidade de pensamentos que damos atenção, e nos focar conscientemente nos pensamentos que queremos pensar, para assim, conseguirmos transcendê-los e ter acesso à fonte.

Para chegarmos a esta meta, devemos nos concentrar em dois objetivos iniciais. O primeiro é eliminar ao máximo todos os pensamentos, compromissos e informações desnecessárias de nossa mente. Compre uma agenda, baixe um aplicativo de gerenciamento de compromissos, deixe tudo por escrito em um caderno, escolha a técnica que melhor se encaixa com o seu perfil para desenvolver sua capacidade de organização e ter acesso imediato a todos os seus compromissos e etapas de execução. Com isso, você não vai precisar ficar lembrando continuamente do que precisa ser feito, pois você já anotou tudo e dividiu as tarefas em etapas realizáveis e quantificáveis. Agindo assim, sua mente vai ficar muito mais tranquila e livre, sem precisar se preocupar em lembrar de todos os compromissos que você tem.

O segundo objetivo, para finalmente superar esta linha de pensamentos ruidosos e intensificar a limpeza da mente, é iniciar a prática da meditação. Esta ferramenta tem como função observar e selecionar os pensamentos que vamos dar atenção. Ou seja, é um estado de auto-observação que nos possibilita perceber conscientemente o turbilhão de coisas que vêm a nossa consciência a cada segundo e desenvolver a capacidade de não pensá-las, de deixá-las passar sem interferirmos ou julgarmos. Este processo de auto-observação nos ajuda a domar e silenciar a mente, transcendendo esta e dando acesso a uma fonte infinita de conhecimento, nossa voz interior.

Por isso, libere a sua mente, organize-se e pratique a meditação. Somente transcendendo esta barreira é que teremos acesso a um nível superior de informações, no qual o infinito é a última fronteira.

Anúncios