As 5 dimensões da vida

Oi pessoal, nesta quinta feira eu tive uma aula muito legal com meu professor de yoga, o Fretta, e falamos sobre as 5 dimensões da vida segundo a filosofia seguida pelo Método. Além de ser interessantíssimo, adorei porque deu ainda mais fundamento ao que temos conversado e discutido aqui. Vou dar uma rápida explicação, bem porque não tenho muito conhecimento ainda sobre o assunto e não quero falar besteira.

Falávamos sobre as 5 dimensões do Eu a partir desta representação dos 5 dedos da mão, o que achei ainda mais incrível:

Tudo começa pela dimensão material, representada pelas rochas. Ali, a característica principal que domina a realidade é a inércia. Deste modo, como todos temos este princípio básico em nossas vidas, este é o primeiro grande passo a ser enfrentado. Combater a inércia da vida e perceber que tudo está em constante mudança. Qualquer coisa que tratamos como sendo imutável, seja um emprego, seja um relacionamento, seja a nós mesmo, somente vai nos causar sofrimento. Assim, o melhor é perceber que tudo muda, abraçar esta característica intrínseca da vida e fazer com que nossas vidas mudem do modo como queremos, seguindo uma meta pré-definida. Mesmo que não saibamos os passos que nos vão levar a esta meta, o mais importante é traçá-la.

A segunda dimensão é caracterizada pelo mundo animal, onde o mais forte é aquele que domina. E a terceira, é a dimensão intelectual, dominada pela inteligência, ou seja, os mais inteligentes é que dominam. Aqui, acho que o mais importante é percebermos a sua existência mas não deixar que uma delas domine as nossas vidas. Se quisermos resolver tudo pela força, ou, se pensarmos que a vida é puramente racional, acabamos vivendo limitados em uma de nossas dimensões.

A quarta dimensão é a egóica, ou seja, a construção do ego, que, diferente do que eu estava começando a pensar, não precisa ser eliminada, mas sim, que deve ser percebida e administrada, para não vivermos sufocados pelo nosso egocentrismo. Ou seja, basicamente devemos dominar o Ego e não deixar que ele nos domine, no entanto, esta dominação não significa extinguí-lo, mas apenas administra a sua energia em modo positivo. Aqui o mais importante é exatamente transcender nossa existência egocêntrica através do altruísmo. Não é impressionante como é basicamente aquilo que eu tinha escrito no último post! Incrível como tudo está conectado! É somente dominando o nosso Ego e vivendo uma vida social, não focada apenas em satisfações egoístas mas na prática de ações que ajudem a humanidade como um todo, que conseguimos ascender à 5 dimensão, a intuição.

Na quinta dimensão, estão nos conectados ao cosmo, a alguma coisa maior que nós mesmos. Aqui, finalmente conseguimos descobrir quem realmente somos, conseguimos entrar em contato com nós mesmo e assim descobrir nossa meta no mundo.

Perceberam a representação dos dedos? Todas as 4 primeiras dimensões representam o modo como agimos: o movimento, a força, a inteligência e o Ego. E o quinto dedo, voltado pra cima, representa exatamente quem comanda. Quando desenvolvemos esta quinta dimensão estamos chegando à iluminação e conseguimos perceber o mundo de um modo novo, mas claro, mais simples e finalmente comandar o modo como agimos em todas as outras 4 dimensões, guiando assim nossa vida de acordo com a nossa meta primordial, já iluminada e esclarecida.

Foi isso que entendi! Gostaram?
Participem das discussões na comunidade do Facebook:
https://www.facebook.com/Iluminacoes

Bjão

Anúncios