O Sentimento de Auto Destruição

Hoje acordei com essa idéia e fui obrigado a escrever imediatamente. A respeito do sentimento de auto destruição que tantas vezes nos assola. Esse, já foi meu tema de discussão um ano atrás (ver post), quando falei da pulsão de morte. Mas hoje eu pensei em outro motivo, outra causa para esse sentimento. Um ano atrás falei sobre o sentimento em si, sobre pessoas que são auto destrutivas sempre. Hoje pensei na necessidade esporádica de nos sentirmos mal.

 

Transcendendo nossa incapacidade de administrar uma felicidade constante ou duradoura. O sentimento de auto destruição se manifesta fortemente quando fatores externos a nossa capacidade de decisão afetam nossa vida de maneira direta. Ou seja, quando mudanças repentinas ameaçam nosso estilo de vida ou nosso cotidiano. Como por exemplo ser demitido, ou mudar de namorado, casa, a morte de alguém amado e tanto mais.

 

O sentimento de auto destruição pode se manifestar em varias etapas desse processo de mudança, como uma resposta, uma negação à nossa incapacidade de tomar nossas próprias decisões, de decidir o nosso futuro. Pois, nossa vida, nesse momento depende da boa vontade dos outros, da sorte de encontrar uma nova oportunidade e da nossa capacidade e preparação para assumir um futura posição.

 

Já que somos consumidos pela ansiedade, pela raiva, angústia, pela incerteza e pelo medo. Provocados por fatores externos e fora do nosso controle. O sentimento de auto destruição dentro de nós aumenta, em modo que possamos ser os responsáveis
da nossa própria agonia. Ou seja, provocamos sentimentos de auto destruição, para que a dor, o mal estar e tudo mais seja fruto da nossa escolha, e não da nossa incapacidade de decidir o nosso próprio futuro ou aquilo que somos ou nos tornaremos.

Anúncios